XVII Semana Estudantil de Maragojipe

Tendo a música como tema, o evento recebe o secretário de Cultura Jorge Portugal e o maestro Fred Dantas

Evento acontece de 10 a 14 de agosto e conta com outros nomes da música baiana como o guitarrista da banda Scambo, Graco Vieira

Com o tema “Música, fonte de alegria e transformação social”, a XVII Semana Estudantil de Maragojipe tem como grande homenageado o maestro Heráclio Paraguaçu Guerreiro. A vida e obra deste ilustre maragojipano serão relembradas na palestra de abertura pelo Maestro Fred Dantas e Pedro Arcanjo, diretor do Museu de Arte da Bahia. Realizada entre os dias 10 e 14 de agosto, na Associação Atlética da cidade, a programação do evento conta ainda com uma série de palestras sobre temas que vão do samba ao hip hop, passando pelo rock. Dentre os convidados estão o secretário de Cultura do Estado, Jorge Portugal, o guitarrista da banda Scambo, Graco Vieira, o diretor do CMA Hip Hop, DJ Branco e o produtor cultural Rogerio Bigbross. Uma palestra dedicada ao esporte contará também com a participação do deputado estadual e ex-jogador Raimundo Nonato, o Bobô.

Além das palestras, a Semana Estudantil promove atividades e competições voltadas para os estudantes, como torneios esportivos de diversas modalidades, festivais de artes como poesia, teatro, música e dança, jogo do conhecimento e concurso de redação que, este ano, tem como tema “Como a música pode inspirar transformações sociais”.

O evento, que acontece há 17 anos em Maragojipe, é realizado pela Fundação Vovó do Mangue com o patrocínio da Petrobras, através do programa Petrobras Socioambiental.

Programação das palestras

A abertura do evento, que acontecerá às 9h do dia 10 de agosto, começará com as apresentações das filarmônicas da cidade, Terpsícore Popular e 2 de Julho, seguidas pela palestra “Vida e obra do maestro Heráclio Paraguaçu Guerreiro e a importância das filarmônicas”, com o maestro Fred Dantas e Pedro Arcanjo. Neste mesmo dia, às 14h, o engajamento do movimento hip hop será tratado na palestra “O diálogo entre o rap e a música nordestina e a contribuição do hip hop na educação de jovens e adolescentes”, com o arte-educador e comunicador social DJ Branco.

Na terça-feira 11, será a vez do samba entrar em cena. Os representantes da Associação de Sambadores e Sambadeiras de Maragojipe (ASSAMA) e da Associação de Sambadores da Bahia (ASSEBA), respectivamente, Paulo Cesar Fernandes e Rosildo Moreira do Rosário falarão sobre “A contribuição do samba de roda para a cultura de Maragojipe e do Recôncavo”.

Na quarta-feira 12, outros temas além da música entram na pauta do evento. O professor Zevaldo Sousa apresenta a palestra “Dicas de segurança nas redes sociais”, às 8h. No início da tarde, às 14h, o chefe do ICMBio da RESEX Baía do Iguape, Sérgio Freitas, falará sobre a importância da reserva extrativista. Finalmente, às 15h, o educador e compositor Carlinhos de Tote discorrerá sobre “A arte de educar cantando”.

Na quinta-feira 13, o evento recebe o produtor cultural Rogério Bigbross e o guitarrista da banda Scambo, Graco Vieira, para falarem sobre indústria cultural e o cenário da música alternativa na Bahia nas palestras “A indústria da música e o atual cenário da música alternativa” e “O rock baiano é super star”, respectivamente, às 14h e 15h.

No último dia do evento, sexta-feira 14, a música dará lugar ao esporte na palestra “A importância do esporte da formação do cidadão”, às 10h, com o deputado estadual e ex-jogador Bobô. E, às 16h30, o encerramento do evento contará com a presença do secretário de Cultura do Estado da Bahia, Jorge Portugal, na palestra “A contribuição da música para a educação e a transformação social”. Na sequência, haverá a entrega das premiações aos estudantes e o show musical da banda de reggae local Só na Vaipe.

Homenagens

Além do maestro Heráclio – músico maragojipano falecido em 1950, que compôs mais de 600 partituras entre dobrados, marchas, novenas, rapsódias, valsas, boleros e sinfonias – o grande homenageado este ano, a XVII Semana Estudantil homenageará também outros artistas locais que contribuíram ou contribuem para o cenário musical de Maragojipe e do Recôncavo Baiano.

Entre eles está, Didi da Baiana (in memoriam) e Dica do Trio Maragós, que ao lado de Armandinho, Dodô e Osmar, foram precursores do trio elétrico no Carnaval da Bahia. Também serão homenageados o compositor João Guimarães, autor da canção “Beijo na Boca”, sucesso gravado pela Banda Beijo, e Carlinhos de Tote, educador, compositor e fundador do Grupo Cantoralama, que promove a educação ambiental através da música, cantando o manguezal e as riquezas naturais.

Convidados

Jorge Portugal: Atual secretário de Cultura do Estado da Bahia, Jorge Portugal é letrista, compositor, poeta, professor universitário. Formado em Letras, também foi professor de português em cursos pré-vestibulares e escolas. Lançou o livro “Redação é assim”, adotado por cursos pré-vestibulares de Salvador. Apresentou programas educativos, em rádios e TV de Salvador.

Maestro Fred Dantas: Mestre em Música, trombonista, compositor, fundador da Sociedade Musical Oficina de Frevos e Dobrados, da Escola Ambiental e da Lira de Maracangalha. Fred atuou eventualmente com Hermeto Paschoal, Altamiro Carrilho, Raul de Souza e Beth Carvalho, e é internacionalmente conhecido pelos seus trabalhos Choros from Brazil, com o grupo Os Ingênuos, Choros from Bahia e Interethnical Landscape, gravado com seus filhos.

Pedro Arcanjo: O curador, sociólogo, fotógrafo e mestre em Artes Visuais pela Universidade Federal da Bahia (Ufba), Pedro Arcanjo, é o novo gestor do Museu de Arte da Bahia (MAB), um dos espaços culturais do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural do Estado (Ipac), autarquia da Secretaria de Cultura (Secult). Natural de Maragojipe, Pedro Arcanjo é artista com extensa trajetória e mostras individuais realizadas em Salvador, Recife, São Paulo, Brasília e, no âmbito internacional, em países como Argentina, Alemanha, Áustria e Suíça. Ao longo dos anos realizou curadorias, pesquisas em história da arte, ensaios sobre fotografia contemporânea e documentação antropológica visual em terreiros de candomblé.

Raimundo Nonato (Bobô): Deputado estadual, Bobô é ex-jogador de futebol que atuava como atacante e meia. Um dos maiores ídolos do Bahia, Bobô foi o líder da equipe comandada por Evaristo de Macedo, que conquistou o Campeonato Brasileiro de 1988. Após se aposentar como jogador, não se distanciou do esporte: trabalhou como coordenador de divisões de base, diretor de futebol e treinador do Esporte Clube Bahia, apresentador de TV e comentarista esportivo em duas Copas do Mundo pela TV Band (1998/2014) e Diretor Geral da Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb), onde na oportunidade o esporte foi usado como ferramenta de inclusão social no desporto e paradesporto baiano.

Graco Vieira: Bacharel em Artes, Política e Gestão da Cultura pela UFBA. Músico, compositor, engenheiro de som, produtor e diretor musical, Graco iniciou a carreira artística ainda na adolescência. Produtor Cultural com quinze anos de experiência, ele foi contemplado com o Troféu Caymmi 2004/05 nas categorias Melhor Produção e Melhor Direção Musical. Fez parte da banda de hard core “Inkoma”, que revelou Pitty e, atualmente, integra a banda “Scambo”, com destaque no rock baiano ganhando projeção nacional através do programa SuperStar da Rede Globo. Também é um dos idealizadores do “Bailinho de Quinta”, que transita no universo das marchinhas e frevos carnavalescos, e do projeto solo “Ba_co” que busca remixar as raízes do Samba-reggae com outros gêneros musicais.

Dj Branco: Produtor e apresentador do programa Evolução HipHop na Rádio Educadora FM 107.5, diretor da CMA HIP HOP – Comunicação, Militância e Atitude Hip Hop, conselheiro e secretário executivo do Conselho de Desenvolvimento da Comunidade Negra do Estado da Bahia – CDCN. Comunicador Social, Produtor Cultural, Arte-educador, Mobilizador Social e Dj.

Rogerio Bigbross: Produziu os festivais Canta Rock Pelourinho (1994), Garage Rock (1992 a 2002) pela Uivo Produções, Festival Boombahia (1997-1998, 2007-2008) pela Self Records, Festival Bigbands / Bigbands Vai a Escola (2008 a 2014). Em 2002, fundou a Bigbross Produtora e o selo e distribuidora Bigbross Records, hoje com mais de 60 títulos lançados. Atualmente, divide as atividades de produtor da casa Dubliners Irish Pub, tour maneger e DJ nas horas vagas. Participou da fundação da extinta ABRAFIN, do Coletivo Quina Cultural (Ligado a rede Fora do Eixo), da Cooperativa MIC (Música e Inovação) e colabora com diversas redes, coletivos e festivais em todo o Estado da Bahia.

SERVIÇO

O quê: VXII Semana Estudantil de Maragojipe

Quando: De 10 a 14 de agosto

Onde: Associação Atlética Maragojipana, Maragojipe – Centro

_______________________

Assessoria de Comunicação

Fundação Vovó do Mangue